01 >


Campanha de vacinação contra gripe supera metas em grupos de puérperas, professores e idosos

Estoque residual da vacina distribuído para população em geral esgotou ontem. Campanha imunizou aproximadamente 70 mil pessoas




A campanha de imunização deste ano superou a meta de 90% de cobertura vacinal estipulada pelo Ministério da Saúde em grupos prioritários como puérperas (99%), idosos (104%) e professores (102%). Esse é um dos indicadores do relatório final da campanha de imunização que se encerrou na manhã desta quarta-feira (05) quando foram aplicadas as últimas doses da vacina à população em geral. “A campanha foi muito positiva, pois o município de Foz do Iguaçu superou a meta de vacinação para os idosos, puérperas e professores (acima de 90%). Isto é extremamente importante, pois contribuirá na redução de complicações e internações decorrentes das infecções pelo vírus da influenza nesta população”, avaliou a Diretora de Vigilância em Saúde, Carmensita Gaievski Bom. 

Ao todo, a campanha de vacinação imunizou 69.989 mil pessoas, sendo 7.159 aplicações no público geral e 62.830 nos grupos prioritários que incluem os idosos, crianças, gestantes, puerperas e comorbidades. Nos grupos de risco, a cobertura vacinal chegou a 92% da população. A cobertura destes grupos é fundamental uma vez que os idosos integram um dos grupos de maior risco para as complicações da doença. Somente neste ano, foram registradas dez mortes provocadas pela influenza. Todas as vítimas possuíam alguma comorbidade, ou seja, já eram portadoras de doenças crônicas. A maioria era idosa e apenas uma delas havia sido vacinada. 

Conscientização 
A Secretaria Municipal de Saúde alerta para a importância da vacinação de crianças, trabalhadores de saúde e pessoas portadoras de doenças crônicas, grupos com menor adesão à imunização neste ano. Em grupos de criança, a cobertura em Foz chegou a 78%, e, em pessoas com comorbidades, 79%.  A redução da cobertura vacinal nessas populações segue uma tendência mundial e vem se tornando um alerta para o Sistema Único de Saúde. Doenças erradicadas como o sarampo voltam a surgir diante da falta de adesão à imunização. Uma das estratégias utilizadas pela Secretaria Municipal da Saúde é a educação em saúde, com ações de conscientização que buscam difundir a importância da imunização através de informações e palestras em escolas. 

Vacina
A vacina contra a gripe protege contra a influenza A, incluindo a prevenção contra a cepa H1N1, e a influenza B. Os vírus, bastante contagiosos, provocam, dentre outros sintomas, febre e dores de garganta.