“NOVEMBRO AZUL” REFLETE SOBRE IMPORTÂNCIA DA SAÚDE PREVENTIVA DOS HOMENS “NOVEMBRO AZUL” REFLETE SOBRE IMPORTÂNCIA DA SAÚDE PREVENTIVA DOS HOMENS 12 >
}


PORTAL
TRANSPARÊNCIA

PORTAL
SERVIDOR

PORTAL
SAÚDE
WhatsApp

Data | Hora de publicação: 02/12/2019 | 14:58:04

“NOVEMBRO AZUL” REFLETE SOBRE IMPORTÂNCIA DA SAÚDE PREVENTIVA DOS HOMENS

Programação aconteceu ontem (29) na Vigilância em Saúde e contou com a presença do vice-prefeito e secretário de saúde, Nilton Bobato




A programação do “Novembro Azul” na Vigilância em Saúde, nesta sexta-feira (29), foi marcada por reflexões sobre a masculinidade, por depoimentos e também por uma homenagem ao servidor Paulo Ferreira da Rocha Filho, que conquistou o primeiro lugar no prêmio literário “Concurso Nacional Novos Poetas do Brasil”.  

O vice-prefeito e secretário de saúde, Nilton Bobato, participou do encontro e entregou juntamente com a Diretora de Vigilância em Saúde, Carmensita Gaievski Bom, um livro ao funcionário como símbolo de reconhecimento.
Durante o encontro, Bobato falou sobre a importância da desconstrução de preconceitos que representam um dos empecilhos para o autocuidado com a saúde, e, principalmente, para a prevenção do câncer de próstata. 

“Nós fomos criados dentro de uma cultura de que homem precisa ser forte e durão, e quando falamos em exame de toque, a autoafirmação dessa heterossexualidade representa uma fragilidade que precisa ser debatida e superada”, refletiu Bobato. Ele ainda falou sobre a importância dos servidores, que atuam na pasta e cuidam da saúde das outras pessoas, também realizarem os exames. 

O tema também foi abordado pela enfermeira da vigilância epidemiológica, Mara Ripoli. Ela destacou a importância da prevenção em saúde e apresentou as estatísticas que colocam os homens entre os que mais morrem por fatores externos, como doenças, acidentes e também homicídios. O câncer de próstata é a segunda causa de morte por neoplasia entre homens.

“Precisamos educar os homens desde a infância para uma nova cultura de cuidado e responsabilidade. Várias políticas públicas são traçadas para garantir e facilitar o acesso dele à saúde pública e também acolhê-lo com um olhar diferenciado em toda a rede”, ressaltou.
 
Depoimento 

Bobato também prestou um testemunho sobre seu pai que superou o câncer de próstata recentemente. “O câncer envolve toda a família, é doloroso para todos porque é um tratamento que impacta muito. Ele detectou o câncer depois dos 80 anos quando fez o primeiro exame de próstata, hoje ele está com 86. Conseguimos detectar no início durante uma consulta de rotina. Então precisamos debater e falar sobre isso para que os homens façam o exame a partir dos 45 anos”, expressou.