Secretaria de Saúde define planejamento com agentes comunitários de saúde Secretaria de Saúde define planejamento com agentes comunitários de saúde 22 >
}


PORTAL
TRANSPARÊNCIA

PORTAL
SERVIDOR

PORTAL
SAÚDE
WhatsApp

Data | Hora de publicação: 03/12/2019 | 11:43:58

Secretaria de Saúde define planejamento com agentes comunitários de saúde

Investimentos no programa refletiram na ampliação de 29 para 48 equipes de Estratégia da Família no município




O vice-prefeito e secretário de saúde Nilton Bobato, a Diretora de Atenção Básica Adriana Izuka, o Gerente de Território e do Programa dos Agentes Comunitários de Saúde Thiago Cavalcante e a Coordenadora dos ACSs, Joana D´arc Gomes da Silva, se reuniram na tarde desta segunda-feira (02), com cerca de 70 agentes comunitários de saúde (ACSs) do Distrito Norte para debater o planejamento estratégico do programa, novos investimentos, e os desafios para continuar os avanços na atenção primária da gestão. O encontro aconteceu na Escola Municipal Arnaldo Izidoro de Lima, na Vila C. 

“Contratamos cerca de 70 novos ACSs nos últimos meses e esse investimento reflete o compromisso com a saúde preventiva e a ampliação do acesso ao SUS à população”, disse Bobato. 

O investimento na contratação de ACSs e de vários profissionais da área resultou na ampliação de 29 para 48 equipes de saúde da família em 2019, saltando a cobertura do programa de 39,99% para 53,32%. A atenção básica também ampliou a cobertura de 51,35% para 79,11%. A ampliação do acesso da população à saúde também culminará em maior aporte de financiamento federal pelo “Previne SUS”, que passa a ser feito com base no número de pessoas cadastradas e atendidas no sistema público de saúde. Até então, esse repasse era feito com base no número de habitantes. A medida está integrada e converge com um dos avanços da gestão: o RP Saúde, novo sistema online de cadastramento. 

“Estamos todos integrados em sistema de informatização que nos possibilita conhecer a nossa realidade, formular políticas públicas e a avançar no atendimento com qualidade e acompanhamento individual”, enfatizou Adriana Izuka. 
As demandas da categoria também fizeram parte do diálogo. A gestão planeja novos investimentos na compra de equipamentos tecnológicos como tablets e mais melhorias para o bom andamento dos trabalhos do programa. 

'Foi um encontro fundamental para alinharmos a gestão e os servidores dentro das políticas públicas da atenção primária que visam atrair mais investimentos para a saúde pública, bem como para o próprio programa e para as demandas da categoria', expressou Joana. 

Nas próximas semanas, a gestão também se reunirá com os agentes comunitários dos distritos sul, leste, norte e nordeste. 

ACS
Atualmente o município conta com cerca de 350 agentes comunitários de saúde que atuam nos cinco distritos sanitários do município (norte, sul, leste, oeste e nordeste). São eles que fazem o cadastramento das famílias, acompanham com regularidade os usuários das unidades básicas de referência e formam os vínculos da gestão com a comunidade. O ACS é a ponte entre a comunidade e os serviços de saúde; ele é a escuta do usuário. Além de fornecer informações importantes para a formulação de diretrizes nas unidades, o ACS participa de ações de promoção e acompanha se os pacientes estão seguindo as orientações das equipes”, explicou Calvante.

Sob o comando do levantamento populacional “Cadastre Já”, Cavalcante explica que o desafio até o próximo ano é cadastrar os cerca das 100 mil residências cadastradas pelo IBGE. “Temos uma estimativa de acordo com o IBGE de 258 mil habitantes, mas pela demanda no sistema, nossa estimativa é superior a 310 mil pessoas. O estudo é muito importante para o levantamento de indicadores e políticas públicas”, enfatizou.

FOTOS REUNIÃO ACS